Transtornos Mentais: Ansiedade

Transtornos Mentais: Ansiedade

Transtornos mentais estão em alta nos dias de hoje, tratam-se de alterações no funcionamento da mente. Essas disfunções podem afetar qualquer pessoa sem levar em consideração classe social, credo, cor, idade e, geralmente, são provocados por complexas alterações do sistema nervoso central.

Existem diversos tipos de transtornos mentais, que são classificados em tipos, e alguns dos mais comuns incluem aqueles relacionados à ansiedade, depressão, alimentação, personalidade ou movimentos, por exemplo. Nesse post falarei sobre a Ansiedade!

Ansiedade

Os transtornos de ansiedade são muito comuns, presentes em cerca de 1 a cada 4 pessoas que vão ao médico. Eles são caracterizados por uma sensação de desconforto, tensão, medo ou mau pressentimento, que são muito desagradáveis e costumam ser provocados pela antecipação de um perigo ou algo desconhecido.

A ansiedade é uma emoção normal do ser humano, comum ao se enfrentar algum problema no trabalho, antes de uma prova ou diante de decisões difíceis do dia a dia. No entanto, a ansiedade excessiva pode se tornar uma doença, ou melhor, um distúrbio de ansiedade.

Pessoas que sofrem de distúrbios de ansiedade sentem uma preocupação e medo extremos em situações simples da rotina, além de alguns sintomas físicos, o que atrapalha suas atividades cotidianas, já que eles são difíceis de controlar.

A ansiedade é algo muito próximo da preocupação. E preocupação nada mais é do que um aspecto do medo, e o medo é um sentimento projetivo, onde, embora pareça que tenha fundamento, normalmente são criados a partir de desconfianças e suposições existentes em nossa mente. Todos esses componentes são necessários para a nossa evolução e sobrevivência; o que não pode ocorrer é um exagero de qualquer um deles.

O tempo prolongado de ansiedade aumenta o nível de tensão e o estresse interno e pode levar ao surgimento do medo específico ou até mesmo irreal.

Alguns dos sintomas da ansiedade:

  • Constante tensão ou nervosismo
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer
  • Problemas de concentração
  • Medo constante
  • Descontrole sobre os pensamentos, principalmente dificuldade em esquecer o objeto de tensão
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade
  • Problemas para dormir
  • Irritabilidade
  • Agitação dos braços e pernas.
  • Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Aumento do suor
  • Tremores nas mãos ou outras partes do corpo
  • Sensação de fraqueza ou cansaço
  • Boca seca
  • Mãos e pés frios ou suados
  • Náusea
  • Tensão muscular
  • Dor de barriga ou diarreia.

Se está apresentando mas de três desses sintomas, procure um psicólogo que poderá auxiliá-lo nesse processo de cura!

Compartilhe nosso conteúdo

Sobre o Autor

Luciano Santos administrator

Psicólogo clínico, com vasta atuação em gestão de pessoas, liderança de equipe, gestão de projetos e processos humanos. Mestrando em psicanálise pela Universidad John Kennedy, em Buenos Aires - Argentina. Trabalhando à mais de 10 anos com desenvolvimento humano e potencialização de competências.